diabetes gestacional

Diabetes gestacional , por Mércia Casaes, nutricionista

O diabetes gestacional é uma condição caracterizada pelo aumento dos níveis de glicose no sangue (hiperglicemia) que é reconhecida pela primeira vez durante a gravidez.

Geralmente, a gestante volta ao seu estado normal logo após o parto. Mas, se você teve diabetes gestacional, você está em risco para o diabetes tipo II, que acontece fora do período gestacional. Das mulheres que desenvolveram diabetes gestacional, 25% tornam-se diabéticas após a gestação.

Dessa forma, é importante manter os cuidados e acompanhamento com endocrinologista mesmo após o parto.

É importante saber que, qualquer mulher poderá desenvolver diabetes gestacional, porém algumas são consideradas grupo de risco.

São fatores de risco para o diabetes gestacional as gestantes que possuírem:

  • Idade superior a 35 anos;
  • Glicemia de jejum maior que 85mg/dl identificada logo no início da gestação;
  • Sobrepeso, obesidade ou ganho excessivo de peso durante a gravidez atual;
  • Excesso de gordura abdominal;
  • História familiar de diabetes;
  • Estatura inferior a 1,5m;
  • Síndrome de ovários policísticos;
  • Crescimento fetal excessivo;
  • Líquido amniótico aumentado (chama-se polidrâmnio);
  • Hipertensão ou pré- eclampsia na gravidez atual.

Para diagnosticar o diabetes gestacional, as gestantes devem realizar o teste oral de tolerância a glicose entre 24 e 28 semanas de gestação que será solicitado pelo obstetra.

Cuidados com alimentação e atividade física podem controlar o diabetes gestacional e impedir os gatilhos para desenvolver o diabetes tipo II (após o parto).

A gestante com diabetes gestacional deverá fazer um pré-natal criterioso com obstetra, endocrinologista e acompanhamento com o nutricionista para elaboração de um plano dietético individualizado para controlar a glicemia.

Sugestão para alimentação da gestante com diabetes gestacional

  • O cardápio deverá ser individualizado, visando controle da glicemia e do peso;
  • Evitar açúcar branco, mascavo, demerara, mel e melaço de cana;
  • Preferir usar frutas in natura com aveia e granola sem açúcar. Caso queira usar sucos, os sugeridos são: limão, maracujá ou acerola;
  • Se necessário usar adoçante stévia ou sucralose. Evitar aspartame, ciclamato de sódio e sacarina sódica;
  • Preferir o arroz integral, cateto ou sete grãos por terem mais fibras que o arroz branco;
  • Substuituir os pães, torradas e biscoitos por batata doce, aipim, inhame, fruta pão e milho;
  • Macarrão e massas com farinha de trigo refinada devem ser substituídas por integrais;
  • Preferir folhas verdes, quiabo, berinjela, abobrinha, chuchu, brócolis, tomate, repolho, couve flor e pepino por terem baixo índice glicêmico;
  • Alimentos como feijão branco, maracujá e canela são considerados hipoglicemiantes e devem ser consumidos diariamente;
  • Preferir leite, iogurtes e queijos desnatados em substituição aos leites e derivados integrais;
  • Substituir a manteiga ou margarina por azeite de oliva ou óleo de coco extravirgem;
    Introduzir castanhas, amêndoas, amendoim e nozes nos lanches junto coma frutas in natura.

Receita sugerida:

Bolo de Banana

Ingredientes:

  • 3 Ovos
  • 5 Bananas nanicas bem maduras
  • 2 Xícaras de aveia
  • 1 Copo de damasco picado
  • ½ Copo de nozes picadas
  • ½ Copo de uva passa
  • ½ Copo de ameixa preta picada
  • 1 Colher de sopa de fermento em pó

Modo de Preparo

Bater no Liquidificador os ovos com as bananas. Passar para um refratário e misturar os outros ingredientes. Colocar em forma untada com óleo de coco e assar em forno médio até dourar. Depois de pronto polvilhar com nozes picados!

Delícia!

Mércia Casaes - nutricionistaMércia Casaes
Nutricionista
CRN 0730

.

.

Diabetes gestacional
Classificado como:                                
Anuncie | Política de Privacidade | Contato

©2018 Mundo de Mãe. Todos os direitos reservados.