Parto humanizado

Parto humanizado assistido , por Dra. Adriana Monteiro, médica obstetra da Obstare.

Muitas polêmicas cercam a assistência humanizada ao parto, mas alguns esclarecimentos necessitam ser dados…

Inicialmente, parto humanizado não é parto desassistido! Todo o movimento do parto humanizado preconiza uma atenção dos profissionais de saúde (médicos, enfermeiras, parteiras e demais profissionais) centradas na mulher , nos seus desejos, com respeito à sua autonomia de decisões.

curso de parto humanizadoÉ uma autonomia informada, ou seja, ao longo do pré-natal, são dadas todas as informações ao casal de como está a saúde do bebê e da gestante, para que se decida onde será o parto, que tipo de intervenções podem ou não ser necessárias (sempre tendo como alvo o mínimo de intervenções), e o apoio respeitoso ao momento do casal.

Parto sem assistência, sozinho, ou assistidos por leigos, não são estimulados, e muito menos fazem parte desse movimento lindo que deseja apenas trazer as famílias e as mulheres de volta ao cenário do parto, não como “vítimas da natureza”, mas sim como protagonistas. Trazer à mulher a confiança para que ela siga em frente numa experiência única de poder, amor e vinculação com seu parceiro e seu filho.

Não confunda! Parto humanizado não é parto desassistido! Pode ser em casa, em casa de parto ou no hospital, mas sempre deverá ter uma equipe por trás desse casal, garantindo o bem-estar da gestante e do bebê.

Procure equipes multidisciplinares de assistência ao parto. Se informe!

Adriana Monteiro - ObstareDra. Adriana Monteiro
Médica Obstetra – CREMEB: 19.685 | TEGO: 004/12

.

.

Parto humanizado assistido
Classificado como:                        
Anuncie | Política de Privacidade | Contato

©2018 Mundo de Mãe. Todos os direitos reservados.